segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

BOAS FESTAS

fonte: google imagens



Caríssimos...

Desejo a todas e todos um Feliz Natal e magnífico Ano Novo. Que em 2011 a luta pela sustentabilidade seja uma constante dentro e fora da UEM. Sinto que haveremos de ter muitas vitórios no ano que principia.

Aproveito para agradecer a cada um de vocês que contribuiram para o Projeto de Extensão os Direitos de Cidadania e o Meio Ambiente e, principalmente, com o PROAÇÃO AMBIENTAL UEM. Oxalá, possamos nos unir a outras forças que atuam positivamente na UEM para levar adiante o nosso propósito da UEM SUSTENTÁVEL. Afinal, a UEM é um PATRIMÔNIO que merece ser CUIDADA!

Bosa festas.

Prof. Msc. Marino Elígio Gonçalves

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

PROPOSTAS PARA O PROAÇÃO AMBIENTAL


Caríssimos...
reproduzo abaixo a mensagem enviada à Prof. Célia (do PROAÇÃO AMBIENTAL UEM) pelo acadêmico Victor Cury, em que são apresentadas algumas propostas para a atuação do PROAÇÃO AMBIENTAL em conjunto com o DCE e discentes. Vale a pena conhecer, debater e incluir para o plano de ação de 2011.
abs.
prof. Marino.


eis o texto:

"Olá professora Célia! aqui quem fala é o Victor Cury, graduando de engenharia quimica do terceiro ano, membro da comissão de gestão ambiental do DCE, Conversamos no evento da finalização dos trabalhos anuais do proação ambiental. Primeiramente queria parabenizar a professora e dizer que fiquei  pressionado
positivamente com as condutas e pontos de verificação dos professores e técnicos do proação ambiental em relação a mudança das condutas e politicas ambientais no campus.

Acho que esse tipo de iniciativa encoraja os outros professores, alunos e servidores a terem posturas mais ética com relação a tudo que envolve o espaço publico, o codidiano e até a propria vida... esse é o verdadeiro papel do educador.. por isso obrigado.

primeiramente...
queria dizer que esse ano de 2011 será um ano de luta no movimento estudantil por mudanças significativas nesses quadros sintomaticos da universidade como os revelados no arrastão promovido pelo proação ambiental, do qual levo como exemplo e modelo de iniciativa para calourada 2011. Mas o caso aqui é que dentre os pontos, e um dos talvez mais interessantes que causaria um impacto positivo consideravel é a proposta de redução da geração de residuos e a planta de baixo custo para compostagem orgânica (do R.U. e das cantinas), gostaria então de pedir em nome do dce a professora que apresentasse o modelo que a professora disse que tem para tal, afim de organizar uma forma dos estudantes se mobilizarem para implantar esse projeto na universidade, expandir para os outros campus da uem e apresentar o projeto para outras entidades locais, o restaurante popular escolas e creches de maringá e região.

Além desse ponto, gostaria de saber se a professora conhece algum fim util para bitucas de cigarro... é um tipo de lixo bem comun na universidade, e além de pontos de coleta podemos se possivel pensar em um fim util para esse lixo!! outro ponto que eu gostaria de levantar, é a articulação da coleta e reciclagem de (pelo menos) papel e ai eu entro na questão dos cadernos usados e despensaveis aos aproximadamente 20mil estudantes da universidade. através de se nescessario uma reestruturação, ou remanejamento da pró-residuos, aí eu penso que é valida alguma proposta para a consultoria da empresa junior das engenharias, ou ao grupo pet. em conjunto com o dce e o proação ambiental, na pró-residuos.

Outro ponto, é o projeto de reutilização da água da chuva em alguns blocos estratégicos para irrigação, outro é a trilha ecológica, gostariamos de saber sobre a trilha e talvez pensar em uma possivel participação do dce nesses assuntos, para plantar algumas mudas de arvores nativas notaveis no campus e arvores frutiferas., bem como promover arrastões de limpeza nos focos de maiores problemas, como o córrego mandacaru.

bom professora, espero que tenha conseguido sintetizar e mostrar os reais propositos do dce em relação aos problemas relacionados a gestão ambiental na uem e espero conseguir com ajuda dos colegas envolvidos a fazer essa ponte entre o dce e esse coletivo de professores técnicos e docentes que realmente impressiona, que é o proação ambiental.

sem mais no momento além de um sincero abraço de muito abrigado...

Victor Eduardo Cury Silva
graduando de eng. quimica da uem e membro da camissão ambiental da gestão
2011 DCE-UEM
e-mail : victoreduardo@hotmail.com"

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

CONHEÇAM O LOGOTIPO DO PROAÇÃO AMBIENTAL UEM - VENCEDOR DO CONCURSO

Caríssimos...
É com grande satisfação que divulgamos o resultado do Concurso para a Criação do Logotipo do PROAÇÃO AMBIENTAL UEM, encerrado no dia 29/11/2010.

O Júri se reuniu no dia 30/11 e após analisar as oito propostas encaminhadas chegou-se ao resultado.

A vencedora foi LORAINE ANDRESSA WOLF, acadêmica do 4.º ano de Arquitetura e Urbanismo.

vejam o logo:




Memorial:

"A concepção do logotipo teve como base a distorção do logo original da UEM. Seguindo um padrão visual de formas, foramutilizadas a seta e a folha como símbolos da ação ambiental e as espirais para trazer a ideia de ação, de algo em movimento. Em relação as cores foram escolhidos tons de verde que dessem ao logotipo o cunho ambienal."


O Júri se pautou pelos seguintes critérios: criatividade, qualidade, adequação ao tema, legibilidade e boa visibilidade em ambientes digitais, além da boa capacidade de reprodução gráfica, facilidade na reduçã/ampliação de formatos, facilidade e flexibilidade na adaptação para diversas necessidades.

Todas as propostas analisadas foram consideradas de muito bom nível, entretanto, o logotipo vencedor foi o que mais reuniu pontos diante dos critérios destacados.

A solenidade de apresentação e premiação será neste próximo dia 07/12, a partir das 19h, no DACESE/UEM.

A coordenação do PROAÇÃO AMBIENTAL UEM agradece a todos os participantes e parabeniza a vencedora.

Abs.

Prof. Marino

.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

ATENÇÃO PARA A AGENDA

Caríssimos...
não nos esqueçamos dos seguinte eventos:

1) DIA 24/11, a partir das 19h30, no DACESE/UEM: CICLO DE DEBATES. Para os participantes do Curso de Extensão a participação valerá 4 h/a como atividades complementar.
vejam o banner:



2) DIA 29/11 - encerramento do CONCURSO para a criação do LOGOTIPO do PROAÇÃO AMBIENTAL. Tem boa premiação. Vale a pena participar. Mais informações você encontra neste blog, logo abaixo.

Anotem, divulguem e participem.

abs.

prof. Marino

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

PROGRAMA CULTIVANDO ÁGUA BOA

Caríssimos...
assistam a matéria que foi ao ar pelo programa Globo Rural sobre o Programa Cultivando Água Boa, da Itaipu em parceria com o Parque Nacinal do Iguaçu, ICMBio, IBAMA, Prefeituras de 29 municípios da Região Oeste do Paraná...
esse trabalho está servindo de modelo para diversos países e, alguns de seus membros já vieram aqui em Maringá, na UEM, repassar um pouco da experiência de Educação Ambiental...lembram da Silvana Vitorasse e da Valéria Casale?
assistam...vale a pena....
o endereço é o seguinte:

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1370086-7823-CONHECA+O+CULTIVANDO+AGUA+BOA,00.html
 
abs.
prof. marino

terça-feira, 9 de novembro de 2010

CONHEÇA O PROAÇÃO UEM

O PROAÇÃO AMBIENTAL UEM faz parte do Programa Integrado de Ação Social da UEM, o PROAÇÃO UEM. A seguir segue texto informação sobre o Programa que se espera seja fortalecido pela participação efetiva de toda a comunidade universitária.

Prof. Marino.


PROAÇÃO UEM

O Programa Integrado de Ação Social da UEM (PROAÇÃO UEM), vinculado à Pró-Reitoria de Recursos Humanos e Assuntos Comunitários (PRH), foi criado oficialmente no dia 28 de novembro de 2009 e institucionalizado pela Portaria 718/2009 - GRE, no processo nº 6263/2009-PRO e tem por finalidade integrar e fomentar as ações sociais voltadas à promoção de intervenção em saúde, cultura, clima organizacional, ações educativas e apoio psicossocial para o desenvolvimento humano da comunidade universitária.

Para cumprir suas finalidades, o PROAÇÃO UEM deverá contribuir para a consecução de um ambiente universitário que reflita na manutenção do estado motivacional, bem como nas interações e construções sociais entre discentes e servidores da UEM, de modo a valorizar as ações coletivas; apoiar e incentivar ações de sensibilização, individual e coletivamente, junto aos discentes e servidores da UEM nas dimensões da saúde, da educação, do trabalho, da política econômico-financeira e ambiental, dentre outros; organizar fóruns de debates para traçar rumos e estabelecer alternativas viáveis para execução das finalidades estabelecidas e; fomentar o intercâmbio e a atuação como agente de integração com outras instituições, públicas ou privadas, que desenvolvam atividades com afinidades ao programa.

De acordo com o seu regulamento, o PROAÇÃO conta com um Conselho Gestor constituído por nove membros e uma coordenação, da qual faz parte professor Julio Cesar Damasceno como coordenador geral e Assistente Social Catarina Teruco Makiyama como coordenadora adjunta. Tanto o conselho quanto a coordenação tem um mandato de dois anos.

Desde a sua criação, o PROAÇÃO tem adotado duas diretrizes de ação: a) atender a demanda da Instituição nas áreas acima mencionadas e; b) promover reflexão política e educativa sobre realidade universitária e acadêmica com a participação dos discentes, dos docentes e agentes universitários.

Para atender e concretizar tais demandas, o PROAÇÃO UEM, seguindo suas diretrizes, assume o seu papel político de articular coletivamente os projetos sociais da instituição, dentre eles:



a) Projeto Formação Integral;

b) Projeto Promoção da Saúde Mental;

c) Projeto Promoção da Saúde;

d) Projeto Ginástica Laboral e Compensatória;

d) Projeto Saúde Bucal;

e) Projeto Os Direitos de Cidadania e o Meio Ambiente;

f) Projeto Cidadania com Responsabilidade Social

g) Comissão de Proteção e Educação Ambiental;

h) Grupo de Ação Interdisciplinar do Ambiente; (GAIA)

i) Núcleo de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável;

j) Grupo de Agroecologia de Maringá (GAAMA);

k) Projeto Educação Financeira Sustentável;

l) Projeto Pré-Aposentadoria;

m) Projeto Prevenção e Tratamento de Dependente Químico e;

n) Projeto Tabagismo.

REGULAMENTO DO CONCURSO PARA A CRIAÇÃO DO LOGOTIPO DO PROAÇÃO AMBIENTAL UEM

REGULAMENTO DO CONCURSO PARA A CRIAÇÃO DO LOGOTIPO DO PROAÇÃO AMBIENTAL DA UEM




1. Promotores

Departamento de Direito Privado e Processual, Projeto de Extensão “Os Direitos de Cidadania e o Meio Ambiente”, Projeto de Extensão “Cidadania com Responsabilidade Social”, Comissão de Proteção e Educação Ambiental, Grupo de Ação Interdisciplinar do Ambiente – GAIA, Núcleo de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável e Grupo de Agroecologia de Maringá – GAAMA, todos integrantes do Programa Ação Socioambiental – PROAÇÃO AMBIENTAL, da Universidade Estadual de Maringá.



2. Disposições Gerais

Este concurso tem como objetivo selecionar o logotipo do PROAÇÃO AMBIENTAL DA UEM, o qual será utilizado em todo o material impresso ou eletrônico e eventos em que tenha a participação ou patrocínio do PROAÇÃO AMBIENTAL.



3. Participantes

Os membros da comunidade interna da UEM e será aceita somente uma proposta de cada participante.



4. Características das propostas

Os autores deverão ter em conta que este trabalho deve ser feito de forma a

ser usado tanto numa dimensão de 1cm x 1cm, como para um banner 2,40 cm

x 1,30cm.

A apresentação das propostas deverá ser constituída por:

-Logotipo “PROAÇÃO AMBIENTAL UEM”, sendo uma versão em preto e branco e uma versão em cores, ambas em suporte digital (arquivo original com desenho vetorizado) com as fontes utilizadas.

-Logos impressas em uma folha A4.

-Memória descritiva do trabalho, constituída por um texto que descreva resumidamente o conceito desenvolvido no trabalho, num máximo de 500 palavras.



5. Entrega das propostas

As propostas devem ser entregues no período de 08 a 29 de novembro de 2010 na Secretaria do Departamento de Direito Privado e Processual – DPP, localizada no pavimento térreo do Bloco D-34, campus sede, até às 17h.

As propostas devem ser entregues em um envelope contendo tão somente as seguintes anotações: “CONCURSO LOGOTIPO PROAÇÃO AMBIENTAL UEM”.

No interior do envelope devem conter os dados de identificação do concorrente (nome, endereço, telefone, e-mail e cópia do registro acadêmico, se aluno, ou, cópia de documento que comprove ser servidor da UEM) e CD com os arquivos da logo e da memória descritiva.



6. Avaliação das Propostas

Os trabalhos serão avaliados por um Júri, constituído por representantes dos promotores do concurso e membros do PROAÇÃO AMBIENTAL.

Compete ao Júri a abertura das propostas recebidas, a verificação da conformidade das propostas com os requisitos do concurso e a avaliação dos

trabalhos.

O Júri tomará em consideração os seguintes critérios:

-Criatividade

-Qualidade

-Adequação ao tema

-Legibilidade e boa visibilidade em ambientes digitais

-Boa capacidade de reprodução gráfica

-Facilidade na redução/ampliação de formatos

-Facilidade e flexibilidade na adaptação para diversas necessidades.

Na sequência da escolha efetuada pelo Júri será atribuído o prêmio do concurso.

Compete ao Júri excluir as propostas que não se encontrem em conformidade com o regulamento do concurso.

As decisões do Júri são irrecorriveis.



7. Prêmio

Ao vencedor caberão os seguintes prêmios:

-Um aparelho IPOD touch 8GB;

-Um livro com temas ligados ao meio ambiente;

-Jantar com acompanhante.

A Cerimônia de Premiação ocorrerá em evento comemorativo ao encerramento das atividades de 2010 do PROAÇÃO AMBIENTAL, no dia 07/12/2010 em local e horário a serem divulgados oportunamente.



8. Originalidade e Direitos de Propriedade

Os concorrentes são responsáveis pela originalidade dos trabalhos apresentados, garantem a sua autoria e assumem toda a responsabilidade decorrente de reclamações de terceiros no que diz respeito a direitos de autor

e direitos resultantes;

Ao participar no concurso, os concorrentes afirmam conhecer e aceitar o presente regulamento.

Ao participar do concurso, os concorrentes declaram ceder ao Departamento de Direito Privado e Processual-DPP/UEM e ao PROAÇÃO AMBIENTAL/UEM os direitos de propriedade dos trabalhos selecionados e aceitar o seu uso no âmbito referido no ponto 2.



9. Divulgação do Resultado

O resultado do concurso será divulgado no dia a partir do dia 02/12/2010.

As informações do resultado serão divulgadas na página do Departamento de Direito Privado e Processual – DPP/UEM (www.dpp.uem.br), no blog do Projeto de Extensão “Os Direitos de Cidadania e o Meio Ambiente” (www.ctauem.blogspot.com), no Facebook do PROAÇÃO AMBIENTAL UEM e nos veículos de comunicação da UEM.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Fotos do encontro do CA de 3ª feira à noite

O módulo inicial do Coletivo de Aprendizagem de 3.ª feira à noite foi encerrado com pleno êxito. Vejam as fotos a seguir.
Abs.
prof. marino



segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Curso de Extensão

Fiquei devendo as fotos do Coletivo de Aprendizagem em que o Prof. Edson Ikeda foi o ministrante do Módulo.
Vejam aí alguns dos momentos.
abs.
prof. marino





quinta-feira, 9 de setembro de 2010

O Curso de Extensão está a todo vapor

Na semana passada teve início o curso de extensão com a aplicação de três módulos para os três Coletivos de Aprendizagem que foram formados.
Havia muita ansiedade pelo início das atividades que acabou se convertendo em um ótimo momento de encontro e de discussão cuja temática central é a questão da sustentabilidade como fruto de um amplo processo de educação ambiental.

a seguir algumas fotos dos primeiros encontros.

prestigiem.

abs.

prof. marino












terça-feira, 31 de agosto de 2010

COMEÇOU O CURSO DE EXTENSÃO

Caríssimos...
É com grande satisfação que anuncio o início do Curso de Extensão "Comunidades de Aprendizagem no Processo de Educação Ambiental".
Foram criados 3 coletivos de aprendizagem (CA)que se reunem todas as semanas nos seguintes dias:

CA Segunda-feira - TARDE
CA Terça-feira - NOITE
CA Sexta-feira - MANHÃ

Vários pretendentes se inscreveram, porém, em razão de inexistir oferta para os finais de semana, muitos não puderam participar.

Também ocorreram inscrições de profissionais formados, especialistas, mestres e doutores. Infelizmente, a proposta do curso é para um segmento ainda em formação.

De qualquer modo foi importante para registrar que há uma demanda e que precisa ser encarada com seriedade. Nesse sentido, a coordenação do curso está empenhada para direcionar para o ano que vem um curso com conteúdo mais apropriado àquele segmento.

A coordenação está comunicando a todos os inscritos acerca dos assuntos acima, entretanto, muitos não declinaram o e-mail e nem telefone o que tem dificultado essa tarefa. Mesmo assim, a coordenação agradece a todos pela atenção dispensada durante o processo de inscrição ao referido curso.

Para encerrar, a partir da próxima segunda-feira estarei postando as fotos dos primeiros encontros dos CAs. Aguardem.

Abs.

Prof. Marino Elígio Gonçalves.
pela coordenação

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

ÚLTIMA CHAMADA PARA OS INSCRITOS NO CURSO DE EXTENSÃO

A coordenação do Curso de Extensão "Comunidade de Aprendizagem no Processo de Educação Ambiental", CONVOCA os abaixo relacionados para se manifestarem  quanto aos horários definidos para os grupos que participarão do curso:



MANHÃ: Sexta-feira

TARDE: Segunda-Feira

NOITE: Terça-Feira


Praticamente os integrantes dos três grupos já foram selecionados, entretanto, ainda pende de confirmação alguns alunos do Colégio Estadual J.K. que ficaram de dar a resposta sobre as respectivas disponibilidades até quinta-feira desta semana (12), porém, muito poucos assim o fizeram.

Então, o prazo para manifestação ficou prorrogado para esta sexta-feira e os abaixo relacionados devem se manifestar por e-mail - marinouem@gmail.com - ou por telefone - 9142-3721, sob pena de não poderem cursar o referido curso:

Daniele Pricila Cenzollo
Thais Tereciano
Ane Regina R. Azevedo
Giselly Cristina K. Acordi
Fernando Delábio
Angélica Guerra Raphael
Caroline Pastri Pinto
Thiado Yudi T. Ferreira
Vera Lúcia Longen
Cézar R. Alves
Guilherme C. Roberto
Kaique Eduardo B. Araújo
Claudinéia Churria Silva
Antônio D. da Silva
Paula Gabriela da Costa
Rafaela A. Lago
Márcia Patricia de S. Macena
Adriana Ricarte Dionizio
Milena de Lima Torquato
Viviene Ferreira

Aqueles que eventualmente conhecer os relacionados acima, por favor, informe-os imediatamente.

Reafirmo que os módulos a serem ministrados já foram definidos e, no momento oportuno, serão, igualmente, apresentados a todos os participantes.

Abs.
prof. Marino

terça-feira, 10 de agosto de 2010

PARA LEMBRAR DE NOSSOS IRMÃOS ÍNDIOS - Indian Dreams - Sacred Spirit

CURSO DE EXTENSÃO - DEFINIDOS OS DIAS PARA ENCONTRO DOS GRUPOS

parte da equipe de ministrantes vinculada ao Projeto de Extensão "Os Direitos de Cidadania e o Meio Ambiente"



Caríssimos.
A coordenação do Curso de Extensão "Comunidade de Aprendizagem no Processo de Educação Ambiental", diante das disponibilidades dos inscritos ao curso, definiu os seguintes dias e turnos para os encontros dos grupos:

MANHÃ: Sexta-feira
TARDE: Segunda-Feira
NOITE: Terça-Feira

Praticamente os integrantes dos três grupos já foram selecionados, entretanto, ainda pende de confirmação alguns alunos do Colégio Estadual J.K. que ficaram de dar a resposta sobre as respectivas disponibilidades até quinta-feira desta semana (12). Assim, somente após essa data é que serão divulgados os selecionados nos seus respectivos grupos.

Ainda nesta semana a coordenação definirá o calendário para os encontros, lembrando que o curso é de 64 horas, sendo 32 presenciais e 32 não presenciais.

Os módulos a serem ministrados já foram definidos e, no momento oportuno, serão, igualmente, apresentados a todos os participantes.

Se ainda pairarem quaisquer dúvidas indico meu e-mail (marinouem@gmail.com) para eventuais questionamentos.

Abs.

Prof. Marino

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

CURSO DE EXTENSÃO - INSCRIÇÕES ENCERRADAS

Nesta última sexta-feira (30/07) encerraram-se as inscrições para o Curso de Extensão "Comunidade de Aprendizagem no Processo de Educação Ambiental".


Ao todo se inscreveram 91 pretendentes entre acadêmicos e servidores da UEM e membros da comunidade externa. Foram disponibilizadas 60 vagas o que exigirá a realização de seleção. Os critérios encontram-se definidos no processo de criação do curso.

A coordenação se reunirá ainda nesta semana para definir as datas das entrevistas com os inscritos, que deverá ocorrer no mais tardar na próxima semana. O contato será por telefone pela secretaria e/ou coordenação do curso.

Os módulos de aprendizagem terão início na segunda quinzena de agosto e serão ministrados a todos os integrantes do curso que deverão formar 3 grupos por afinidade quanto à disponibilidade de horários.

Desde já a coordenação do curso agradece a todos os inscritos.

Subsistindo dúvidas favor entrar em contato pelo seguinte endereço eletrônico:

marinouem@gmail.com

abs.

pela coordenação
Prof. Msc Marino Elígio Gonçalves
DPP/UEM
O processo de seleção e

sexta-feira, 9 de julho de 2010

PRORROGADO PRAZO PARA INSCRIÇÕES NO CURSO DE EXTENSÃO

                                          faixa de recepção da comunidade para a Semana Ambiental da UEM/2010


Caríssimos...

Em virtude das férias iniciadas neste dia 09/07/2010, resolvi prorrogar o prazo para inscrição ao Curso de Extensão "Comunidade de Aprendizagem no Processo de Educação Ambiental" para até o dia 30.07.2010. Assim, considero que seja mais justo para a ciência de todos os interessados.

De 09 a 23/07, as inscrições poderão ser efetuadas diretamente no EAD, localizado no primeiro andar do Bloco D-34, nos períodos matutino e vespertino. E, a partir do dia 26 a 30/07, além destes períodos, também o noturno.

Restam poucas vagas.

Divulguem...

abs.

prof. Marino

terça-feira, 6 de julho de 2010

CURSO DE EXTENSÃO - MATRÍCULAS ABERTAS

Caríssimos...

por favor, divulguem a todos e todas que nosso curso de extensão foi aprovado e as matrículos encontram-se abertas.

O Wisley garantiu a divulgação nos meios disponíveis na UEM. Veja abaixo a mensagem que me enviou:

"Prezado Prof. Marino, já informei a assessoria de comunição acerca no nosso curso. Eles já colocaram um link no sítio da uem http://www.uem.br/index.php?option=com_content&task=view&id=2447&Itemid=1 . E, vão noticiar no informativo impresso da UEM. Já mandei também e-mail para a maioria dos setores da uem, informando acerca do curso, e pedi a eles que também divulgasse o evento. Abraço, Wisley."

Agradeço o empenho do Wisley e de toda a turma.


Eis o teor do EDITAL:


"CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS


Escritório e Aplicação do Curso de Direito

Projeto de Extensão – Os Direitos da Cidadania e o Meio Ambiente


EDITAL Nº 001/2010

O Professor MARINO ELIGIO GONÇALVES, coordenador do Curso de Extensão “Os Direitos da Cidadania e o Meio Ambiente”, no uso de suas atribuições,

Faz saber à comunidade universitária (acadêmicos e servidores públicos) e à comunidade externa, QUE encontram-se abertas as inscrições para o CURSO DE EXTENSÃO “COMUNIDADE DE APRENDIZAGEM NO PROCESSO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL”, com as seguintes especificações:


PERÍODO DE INSCRIÇÃO: 01 a 08 de julho de 2010

LOCAL: Escritório de Aplicação de Direito – EAD, localizado no 1.º andar, do Bloco D-34

HORÁRIO: das 09h às 12h e 14h às 17h.

O Curso de Extensão terá carga horária de 64 aulas (32 horas presenciais e 32 horas não presenciais). As atividades terão início a partir de 01 de agosto e encerramento previsto para 13 de dezembro de 2010. A inscrição não tem custo e ao final serão conferidos certificados de conclusão do curso.

Maringá, 30 de junho de 2010.

Prof. Marino Eligio Gonçalves

COORDENADOR"




abs.

Prof. Marino

quarta-feira, 30 de junho de 2010

APROVADO CURSO DE EXTENSÃO

                                                                                     Caríssimos...

O Curso de Extensão vinculado ao Projeto de Extensão Os Direitos de Cidadania e o Meio Ambiente foi aprovado nesta manhã de quarta-feira, em reunião no DPP. Portanto, estamos liberados para conseguir as inscrições. As vagas, no máximo, 60 participantes podem ser preenchidas por membros da comunidade universitária - acadêmicos de todos os cursos e servidores - e da comunidade externa. O Edital sai amanhã. As inscrições vão do dia 1.º a 08 de julho. Então mãos à obra.

Por favor divulguem e convidem as pessoas para o curso.

abs.

prof. marino

terça-feira, 29 de junho de 2010

Reunião para a aprovação do Curso de Extensão



foto: semana ambiental da UEM -jun/2010



Amanhã, quarta-feira, dia 30/06/2010, será um grande dia. O nosso projeto de Curso de Extensão, vinculado ao Projeto de Extensão Os Direitos de Cidadania e Meio Ambiente, será analisado pelo DPP e, se aprovado, o que todos esperamos, dar-se início às inscrições.

O que é legal, é que os membros do Projeto de Extensão serão ministrantes no referido curso. É uma experiência e tanto e tenho certeza que vocês vão curtir muito isso.

Abs.

Prof. Marino

quinta-feira, 24 de junho de 2010

OUÇAM MINHA ENTREVISTA NA CBN

Caríssimos...

Convido-os a ouvirem a minha entrevista na CBN sobre a questão ambiental. Aguardo as críticas e sugestões. São 4 blocos.

http://www.cbnmaringa.com.br/page/noticias_detalhe.asp?cod=198377


abs.
marino

quinta-feira, 10 de junho de 2010

DOAÇÃO por Lucas Araujo

Lucas Araujo é o do meio agachado.


DOAÇÃO


Não consigo pensar em outra palavra para definir melhor o sentimento que me inundou ao participar de um evento tão maravilhoso quanto a semana do meio ambiente na universidade, ao lado de pessoas tão maravilhosas quanto as que tive o prazer da companhia.

Aos que não foram, não fingirei que não perderam nada. Perderam sim, perderam muita coisa. Antes dessa semana se iniciar, eu tinha em mente que a palavra de ordem, que resumiria todos os acontecimentos, seria cidadania. Mas hoje, finalmente percebi que a melhor definição de tudo o que ocorreu é doação.

Meus amigos, terça e quarta feira da semana passada, passamos em todas as salas do bloco divulgando a semana do meio ambiente. Segunda feira de manhã, dois acadêmicos do grupo e mais o Professor Marino passaram em todas as salas do bloco convidando os acadêmicos para participarem novamente (lembrando que estava previsto uma mobilização na UEM inteira para esta data, e só foram os dois estudantes de direito). Segunda feira a noite, baixíssima adesão do bloco. Terça feira a noite, eu, mais duas meninas do curso (não integrantes do Projeto de Extensão), a Laura, e mais uns 30 alunos prestigiaram o evento, que foi muito significativo para mim.

Quarta feira de manhã, passamos de sala em sala pedindo para os professores liberarem os alunos, e foi uma medida que deu certo resultado, pois o curso de direito de longe era o que mais estava presente no Arrastão Ecológico.

E agora, superados os fatos e os dados, gostaria de compartilhar o meu sentimento e os meus pensamentos diante disto tudo.

Segunda feira de manhã, estava tão chocado com a ausência de participantes, que mal conseguia esconder a decepção. Fui para a UEM esperando encontrar em torno de 200, 300 pessoas alí na frente, doidas para se engajarem nas atividades, mas o que vi foram 6 professores e coordenadores e a Fabíola do nosso projeto.

Segunda feira a noite não pude comparecer na abertura, e terça a noite lá estive. Novamente, chocado com a falta de mobilização dos alunos. Já pensei comigo mesmo "Pelamor, cadê o pessoal do nosso grupo? Como, por diabos, 25 pessoas que participam quase que semanalmente das reuniões não compareceram até agora nas atividades??" Superado este choque, aproveitei o debate como não fazia há muito tempo.

Uma coordenadora da zeladoria da UEM, contou sobre a luta diária de 120 servidoras, com faixa etária em torno de 40 anos, que passam pelas mais tenebrosas agrúrias para deixar as nossas salas de aula limpinha para o estudo, e não tem nenhum reconhecimento da maior parte dos alunos, somente o seu desrespeito, e nos melhores casos, a indiferença.

O representante da guarda patrimonial da UEM, contou dos 110 seguranças, que divididos em 3 turnos de 35 seguranças cada, batalham dia após dia para garantir a ordem e a segurança dos alunos da UEM, com 30% dos seus rádios comunicadores quebrados, e todas as demais dificuldades que eles enfrentam para tentar manter a Universidade um lugar seguro.

O representante do DCE e a Professora Zeza da Enfermagem, também contribuiram para o debate, exteriorizando os seus pontos de vista sobre a Universidade, e como o planejamento prévio e conjunto das ações na UEM, poderia contribuir para torna-la ainda melhor.

Passar por isso pessoal, renovou-me. Nunca havia ouvido os zeladores, a segurança, os docentes e os acadêmicos, exporem de maneira tão franca e sincera, os seus pontos de vista e as dificuldades que enfrentam na construção de uma UEM melhor. Conhecendo o olhar do outro, ele ganha o seu respeito. Já não é mais um ser sem rosto, diferente de você, mas passa-se a enxergar a humanidade que existe dentro de cada um, e, como estas pessoas estão somente fazendo o seu trabalho, o nosso reconhecimento é o mínimo que podemos oferecer, afinal de contas, também esperamos reconhecimento pelo que fazemos...

Aí, começou a mudança de conceito, cidadania já estava amadurecendo para se tornar doação.

Hoje... Ah, hoje! Hoje foi um SUCESSO! Foi um daqueles dias que eu vou relembrar para sempre com orgulho de ter participado!

Com a dispensa das aulas no bloco de direito, no fundo, eu esperava uma adesão maciça dos alunos nas atividades ambientais. O que eu não contava, era que as poucas pessoas que participaram, fossem ter tanta garra e amor ao que estava fazendo, quanto o que foi demonstrado no trabalho de hoje.

Pessoas que eu jamais acharia que iria ter interesse em participar, lá estavam. Como isso foi supreendente!

Todos os que foram, os bravos participantes que se dispuseram a doar 2 horas do seu dia em prol de uma UEM melhor, trabalharam com afinco, não reclamaram e, muito pelo contrário, sorriam e brincavam enquanto trabalhavam. Sabe o que é isso? É o amor! E não estou fazendo propaganda da chapa do DCE não! É o amor pelo que está fazendo, é encontrar sentido nos pequenos atos, e saber que de pouquinho em pouquinho, estamos construindo um lugar melhor para se viver. Isso pessoal, sem esperar nada em troca de ninguém, é doação!

Pessoal, aproveitem este grandioso evento que está acontecendo na UEM, ainda dá tempo!!! Conto com a presença de todos vocês amanhã a noite, no ultimo ciclo de debates!!!

Abraços à todos!

Lucas Araujo

terça-feira, 8 de junho de 2010

SEMANA AMBIENTAL NA UEM


SEMANA AMBIENTAL NA UEM


Tiveram início no dia de ontem (07) as atividades da Semana Ambiental na UEM. Na parte da manhã aconteceu o Arrastão Socioambiental que consistiu na visitação às salas de aula para a divulgação da Semana Ambiental e convite para a solenidade de abertura que ocorreu no mesmo dia, a partir das 19h30, no Anfiteatro do Bloco C-67.

A abertura foi marcada pelas apresentações dos grupos ABAECATU (Música, Poesia, Cidadania e Meio Ambiente) e TUN -Teatro Universitário-UEM (peça Boi Cidadão). Em seguida foi aberta a Semana Ambiental na UEM e lançada a Campanha Responsabilidade Socioambiental, que contará com Ciclo de Debates, Arrastões de Educação Socioambiental e Ecológico, Apresentações Artísticas e a Trilha Ecocultural.

No que se refere à Trilha Ecocultural os organizadores do evento, todos integrantes do Programa PROAÇÃO AMBIENTAL, fizeram o lançamento da sua ideia: uma trilha ligando vários ambientes existentes no campus sede da UEM (museus, capela, laboratórios, prédios didáticos, expressões artísticas, áreas de lazer e de contemplação etc), concebida como um espaço privilegiado para se conhecer a UEM e um modo de abri-la a toda comunidade interna e também para a comunidade externa, de maneira a exigir esforços para assegurar um ambiente bom, equilibrado, bonito e adequado às exigências ambientais, de comunicação e de acessibilidade.

A Trilha Ecocultural se revela com uma das principais exigências da própria comunidade, de pais de acadêmicos, de alunos do ensino fundamental, enfim de todos que compreendem que a UEM é um patrimônio de todos e merece ser cuidada e, para isso, deve ser conhecida.

Após, foi composta a mesa de autoridades que se manifestaram favoráveis aos objetivos da Semana Ambiental da UEM e da Campanha Responsabilidade Socioambiental, além disso, também se comprometeram com a realização da Trilha Ecocultural.

As atividades têm continuidade hoje (08) com o início do Ciclo de Debates, a ser realizado no mesmo Anfiteatro do Bloco C-67, a partir das 19h30. O tema do debate será Responsabilidade Socioambiental na UEM: o ambiente UEM sob a ótica dos acadêmicos, dos técnicos e dos professores. Antes, porém, sempre às 11h30 e 18h30, todos os dias até quinta-feira (10), defronte ao RU, ocorrerão apresentações artísticas.



LEGENDAS:

1.ª foto: MESA DAS AUTORIDADES – da esquerda para a direita: Agnaldo Ferreira (vice presidente da AFUEM), Wilson Rinaldi (Presidente da ADUEM), Júlio Cesar Damasceno (Coordenador do PROAÇÃO-UEM), Érika Mendes de Carvalho (representante do DDP), Lourenço Cassaro (representante da Sanepar), Vera Lúcia Baroni Cassaro (Chefe do Núcleo Regional de Educação), Benedito Prado Dias Filho (Pró-Reitor PPG e representante do Reitor Décio Sperandio), Júlio Grochoski Neto (representante da Secretaria Estadual de Meio Ambiente), Eliel Gonçalves (representante da Secretaria Municipal do Meio Ambiente) e Marino Elígio Gonçalves (DPP e PROAÇÃO AMBIENTAL).

2.ª foto: APRESENTAÇÃO DO GRUPO ABAECATU

3.ª foto: APRESENTAÇÃO DO GRUPO DE TEATRO DO TUN

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Copa 2014: R$ 24 bilhões em projetos ambientais


Jorge Wamburg/Agência Brasil - 28/05/2010

Brasília - Já existem 86 projetos ambientais aprovados em diversos níveis de governo como parte dos preparativos para a Copa do Mundo de 2014, com investimentos que somam de R$ 24 bilhões. 12 estão vinculados a obras nos estádios das cidades-sede, 53 são de mobilidade urbana, 14 para aeroportos e sete para portos. A informação é do coordenador da Câmara de Meio Ambiente da Copa, Cláudio Langone, que participou da Primeira Oficina de Licenciamento Ambiental dos Empreendimentos Prioritários para a Copa de 2014, que ocorreu hoje (28) em Brasília, e que contou com a participação de representantes do governo federal, dos estados e dos municípios.

Durante os debates, o representante do Amazonas, Emanuel Guerra, defendeu a tese de que os investimentos feitos pelos estados e municípios em meio ambiente sejam recompensados com algum tipo de benefício fiscal, a exemplo das isenções de impostos concedidas pelo governo federal para a Fifa, empresas associadas e para gastos com material nas obras dos estádios.

Segundo Emanuel Guerra, esses custos são altos e não há previsão de reembolso nos orçamentas da Copa apresentados pelo governo. “A minha proposta é que, em vez dessa conta ficar para o estado ou o município, haja uma fórmula para que eles possam receber de volta esses recursos, que são muito grandes. Só o projeto ambiental do Amazonas para o novo estádio que será construído para a Copa, a Arena do Amazonas, vai custar R$ 6 milhões”.


Na oficina foram discutidos os procedimentos para licenciamento ambiental dos projetos que serão executados nas 12 cidades-sede do evento: Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Recife e Salvador.

O coordenador da Câmara de Meio Ambiente da Copa de 2014 do Ministério do Esporte, Cláudio Langone, informou que a oficina vai produzir um documento com no máximo dez sugestões ao governo federal sobre as questões envolvendo licenciamento ambiental para a Copa. Ele disse que o objetivo é evitar que eventuais divergências entre os responsáveis pelas obras e os órgãos ligados ao meio ambiente ou o Ministério Público acabem na justiça e atrasem o cronograma determinado pela Fifa.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Patrimônio histórico e arquitetônio em demolição - convite


O Fórum Maringaense pelo Direito à Cidade divulga documento no qual se posiciona contrariamente à forma como o poder público conduziu o processo sobre a antiga Rodoviária.

Aproveita para convidar a todos a comparecerem sexta-feira, dia 28 de maio, a partir das 15:00 horas em frente à rodoviária antiga para manifetações de adeus ao prédio que já se encontra em adiantado estágio de demolição.

Cada entidade ou cidadão promoverá atos específicos: i) gravação de depoimentos da população para a produção de 01 documentário; ii) utilização do alambrado para instalação de mensagens de adeus, de flores, faixas, cartazes; iii) manifestações livres.

Por favor, enviar este convite aos alunos, professores e demais contatos.

Gratos,


Fórum Maringaense pelo Direito às Cidades - FMDC

terça-feira, 25 de maio de 2010

PROAÇÃO-AMBIENTAL PREPARA A SEMANA DO MEIO AMBIENTE NA UEM E LANÇA CAMPANHA DE RESPOONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL.


O programa PROAÇÃO-AMBIENTAL da UEM, composto pelos Projetos de Extensão Cidadania e Responsabilidade Social e Os Direitos de Cidadania e o Meio Ambiente, além da Comissão de Educação Ambiental, do Pró-Resíduos e de professores em parceria com o DCE e Centros Acadêmicos, preparam vários eventos em comemoração à Semana do Meio Ambiente.

A ideia é exercitar na prática a TRANSVERSALIDADE, que se manifesta no acúmulo de energias dos diversos projetos e das pessoas que se relacionam na UEM para o desenvolvimento de ações coordenadas, participativas e horizontais. Todos se tocam, se comprometem e dividem o ônus e bônus da ação. Outro objetivo é despertar o sentimento de PERTENCIMENTO ao locus UEM. Aquele que se sente incluído e pertencendo a UEM, se torna mais aberto para desenvolver ações concretas que visem a sua sustentabilidade. Afinal, a UEM é um PATRIMÔNIO QUE MERECE CUIDADO.

É justamente com esses objetivos que toda a comunidade está convidada para participar da Semana do Meio Ambiente na UEM, que acontecerá entre os dias 07 e 10 de Junho de 2010, com a temática Responsabilidade Socioambiental.

O ponto principal será o lançamento da CAMPANHA RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL NA UEM, que contará com Ciclo de Debates, Arrastões de Educação Socioambiental e Ecológico, Apresentações Artísticas e a Trilha Ecocultural. A campanha é permanente e se pretende que perdure no tempo como gesto concreto em defesa e melhoria do ambiente e das relações sociais entre todos os membros pertencentes da comunidade universitária. E, ainda, como representado por uma mandala, em que os círculos se sucedem a partir do seu núcleo e se tornam cada vez mais abrangentes, a ideia é que as ações possam ser reproduzidas por quem demonstrar interesse e compromisso com a cidadania socioambiental.

A certeza de que isso poderá acontecer está no COMPROMISSO com a sustentabilidade socioambiental da UEM, que se configura o elo entre os membros da comunidade universitária que têm em comum o mesmo ambiente. É justamente a partir desse compromisso que se poderá obter resultados positivos no processo de transformação do indivíduo e da coletividade em sua relação com o ambiente, na perspectiva de efetivação de um novo ethos, com novas atitudes capazes de promover o cuidado e a generosidade com o ambiente e com todos aqueles que nele se relacionam.

Segue a programação:

07/06/10 - Segunda-feira

• Arrastão Socioambiental para divulgação da programação do evento e ações de educação Socioambiental;

Local: UEM (salas de aulas, entradas da universidade, RU)

Horários: períodos matutino e vespertino (concentração às 08h defronte RU)



• Abertura e Lançamento da Campanha Responsabilidade Socioambiental na UEM;

• Lançamento da ideia da Trilha Ecocultural na UEM;

Local: Auditório do CTC- Bl C67

Horário: 19:30h



08/06/10 - terça-feira

• Ciclo de debates - Tema: Responsabilidade Socioambiental na UEM

Local: Auditório do CTC- Bl C67

Horário: 19:30h



09/06/10 - quarta-feira

• Arrastão Ecológico (coleta do lixo disposto de forma inadequada no campus sede);

Horários: períodos matutino e vespertino (concentração às 08h defronte RU)



10/06/10- quinta-feira

• Ciclo de debates – Tema: Cidadania, Ética e Gestão Ambiental

• Encerramento com exposição dos resultados obtidos através das ações na semana.

Local: Auditório do CTC- Bl C67

Horário: 19:30h



07/06/10 - 10/06/10 – segunda-feira a quinta-feira

• Palco permanente em frente ao RU com apresentações artísticas às 11:30h e 18:30h;

• Púlpito (palavra/tribuna livre).



Participe! Divulgue!

sexta-feira, 14 de maio de 2010

APRESENTAÇÃO DOS GRUPOS

Caríssimos...
está confirmadíssimo o nosso evento para o dia 17/05/2010, a partir das 19h30.
será no auditório nobre do Curso de Mestrado em Direito, no primeiro andar do Bloco D-34.
já reservei o data-show e estou atras de um computador portátil. é possível que seja o do DPP.
então, estou ansioso para ver o desempenho de vocês.
bom final de semana.
prof. marino

quarta-feira, 5 de maio de 2010

PALESTRA SOBRE BIODIVERSIDADE


Caríssimos.


fui convidado e aceitei, então darei uma palestra amanhã, dia 06/05/2010...veja os detalhes a seguir:



TEMA: DIVERSIDADE BIOLÓGICA: A VIDA AMEAÇADA EM TODAS AS SUAS FORMAS

dia 06 de maio, às 15:30h no auditório do Nupélia, Bloco G-90, Campus Universitário.

A palestra faz parte do XXIV Ciclo de Debates em Ecologia de Água Doce, que se destina a ampliar o conteúdo acadêmico dos alunos de graduação do curso de Ciências Biológicas e dos alunos de pós-graduação em Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais e Biologia Comparada desta universidade.

quem tiver disponibilidade, desde já fica o convite...


abs.


prof. marino

segunda-feira, 3 de maio de 2010

É muita emoção: SANTOS CAMPEÃO.




Desculpem, amigos, mas é MUITA EMOÇÃO...








prof. marino.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

IMPRESSÕES SOBRE O PROJETO E AS AÇÕES DE 2010

Caríssimos.
Alguns já tiveram acesso ao texto que escrevi sobre as minhas impressões sobre o nosso Projeto, do Proação Ambiental e também sobre as ações em conjunto de 2010. Este texto serviu de base para um dos relatórios que apresentei ao DPP e à DEX.
Resolvi socializar a todas e todos.
Boa Leitura.
Marino.





RELATÓRIO DO ENVOLVIMENTO DOS PARTICIPANTES QUE INTEGRAM O PROGRAMA PROAÇÃO – AMBIENTAL

Desde Agosto de 2009 vem sendo realizado diversos encontros entre os Projetos, iniciativas e professores que se interagem no Programa PROAÇÃO da UEM e que tem como foco a variável socioambiental.

A última reunião ocorrida em Abril de 2010 foi bastante esclarecedora e deu para perceber a urgência de uma eficaz educação ambiental para melhorar não só o meio ambiente da UEM, como também da própria cidade.

Em alguns momentos ficou clara a angústia dos participantes. Todavia, era necessário considerar certos pontos que servem para indicar que as ações podem e devem ser postas em execução, porém, planejadas com vistas a um processo duradouro e sustentável. Estas podem se dar a curto, médio e longo prazo.

PRIMEIRO DESTAQUE: A TRANSVERSALIDADE:

O momento atual se mostra rico, sobretudo, diante da constatação de que pessoas e projetos em desenvolvimentos se juntaram para a prática de educação ambiental que se revela e pretende ser ampla. É uma oportunidade ímpar para a implantação efetiva do princípio da TRANSVERSALIDADE, que se manifesta no acúmulo de energias dos diversos projetos e das pessoas que os compõem para o desenvolvimento de uma ação coordenada, participativa e horizontal. Todos se tocam, se comprometem e dividem o ônus e bônus da ação. É incontroverso que as ações no coletivo dão mais resultados que as ações no individual.

SEGUNDO DESTAQUE: O PERTENCIMENTO:

As várias intervenções ocorridas na última reunião demonstraram claramente o sentimento de PERTENCIMENTO ao locus UEM. A ânsia por ações concretas que visem a sustentabilidade do espaço comum de interação - a UEM e a própria cidade – confirmaram esse indicador. Assim é fundamental que haja a continuidade das atividades, a despeito de qualquer dificuldade, com vistas a planejar e a desenvolver ações em conjunto. O desejo manifestado por todos os membros participantes é de grande apreço e cuidado com o ambiente, micro e macro, onde ocorrem os relacionamentos sejam entre pessoas ou mesmo com o meio natural ou aritificial.


TERCEIRO DESTAQUE: A PRESERVAÇÃO DA INDIVIDUALIDADE MESMO NA COLETIVIDADE:

A proposta inicial para um planejamento e desenvolvimento de ações articulados entre todos os projetos e pessoas que estão no PROAÇÃO AMBIENTAL, em hipótese alguma, pode se converter em perda da INDIVIDUALIDADE de cada projeto. Na realidade, cada um fornece certa dose de sua energia para o desenvolvimento em conjunto entre todos os projetos de determinada ação. Desse modo, o Projeto de Extensão Cidadania com Responsabilidade Social fornece parte de seu tempo, de sua experiência e de seus componentes para somar a uma determinada ação que envolve a temática que lhe é afeta, no caso, a Educação Ambiental como expressão da responsabilidade social. Nesse mesmo espírito de união, o Projeto de Extensão Os Direitos de Cidadania e o Meio Ambiente, igualmente, cede parte de seus esforços, experiência e pessoal para contribuir com a mesma ação. Assim, também fazem a Comissão de Educação Ambiental-GRE, o Proresíduos e professores e departamentos. Nenhum deles deixa de executar suas atividades que já foram programadas, mantendo assim a suas individualidade, porém, também não deixam de participar de uma ação coletiva. Essa é a grande novidade: o trabalho ditado pelo acúmulo e participação efetiva de todos os projetos e pessoas que se ligam pelo mesmo objetivo, sem a necessidade de abandonar as suas atividades e convicções que os motivaram.


QUARTO DESTAQUE: A PROPOSTA E O COMPROMISSO:

A proposta que vem sendo gestada desde o ano passado parte de uma experiência, bem sucedida, do Ministério do Meio Ambiente em CONJUNTO com o Ministério da Educação, IBAMA, Instituto Chico Mendes/Parque Nacional do Iguaçu, ITAIPU, Universidades e Municípios, na Região Oeste do Paraná, mais precisamente nos municípios do entorno do Parque Nacional do Iguaçu e daqueles lindeiros ao Reservatório da Itaipu. Referido projeto se faz com a aplicação da Transversalidade, da ideia do Pertencimento e referenciado pela MANDALA. A mandala é representada pela sucessividade de círculos a partir de seu núcleo que vai se abrindo e tornando sempre mais abrangente. No nosso caso, a proposta teve início com o Projeto de Extensão Os Direitos de Cidadania e o Meio Ambiente. O primeiro círculo da mandala, o de menor abrangência, foi iniciado em 2009 pelos professores que compõem o projeto. O segundo círculo, de maior espectro, é composto pelos 42 acadêmicos dos cursos de direito e pedagogia e de membros da comunidade externa que foram formados como educadores ambientais e, se propõe, nesta fase, o ingresso dos projetos e pessoas do PROAÇÃO AMBIENTAL. O terceiro círculo, com abrangência ainda maior, será formado por acadêmicos dos demais cursos da UEM, servidores e comunidade externa. E, assim sucessivamente até que os propósitos da Educação Ambiental sejam apropriados pela sociedade. O COMPROMISSO é o elo entre os círculos da mandala. Todos os membros participantes da ação, seja como formadores e/ou formandos, devem se comprometer com a missão de repassar o conteúdo adquirido para outras pessoas e segmentos sociais, seja no local de trabalho, na academia, na comunidade em que se insere, na igreja, no sindicado, no grupo de jovens, no grupo de mães etc. É justamente a partir desse compromisso que se poderá obter resultados positivos no processo de transformação do indivíduo e da coletividade em sua relação com a Natureza, na efetivação de um novo ethos, através da Educação Ambiental, capaz de promover uma sociedade sustentável. Os mais céticos poderiam dizer: “mas isso é utopia!” Para estes deve ser dito que em algum tempo do passado era utopia o ser humano pisar na lua. Mas o homem pisou e, portanto, isso deixou de ser utopia para se tornar realidade. A utopia, de fato, é o estágio inicial que instiga as pessoas a trabalhar para fazer dela uma realidade.


QUINTO DESTAQUE: O AVANÇO DO PROCESSO:

Por fim, ficou deliberada em reunião a continuidade da ação educativa ambiental referida no item anterior. O organograma da ação conjunta ficou assim delineado por aqueles que já decidiram os temas de seus módulos: ao professor Edson Ikeda e sua equipe coube o módulo sobre PERCEPÇÃO AMBIENTAL e GESTÃO AMBIENTAL LOCAL; ao Projeto Os Direitos de Cidadania e o Meio Ambiente couberam os módulos CIDADANIA AMBIENTAL e DEFESA JURÍDICA DO MEIO AMBIENTE; aos representantes dos setores de Vigilância e de Zeladoria da UEM (servidores) coube o módulo UEM: PATRIMÔNIO QUE MERECE CUIDADO (sugestão); ao Projeto Cidadania com Responsabilidade Social coube o módulo MOBILIZAÇÃO, que se propõe seja executado em várias etapas ao longo do ano de 2010 através de diversas CAMPANHAS de práticas de Educação Ambiental, com o aproveitamento do grupo de formandos e dos membros participantes dos demais projetos e segmentos engajados nesta ação conjunta, tanto na UEM como fora dela. Outros integrantes do PROAÇÃO AMBIENTAL ficaram de decidir os seus respectivos módulos ou outra forma de contribuir com o processo. Como os formandos (terceiro círculo da mandala) deverão receber certificados de conclusão, inclusive para os acadêmicos valendo como atividade extraclasse, a adesão destes deverá ser processada oficialmente pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, para tanto, o Projeto Os Direitos de Cidadania e o Meio Ambiente se colocou a disposição para gerenciar essa questão administrativa, inclusive com a exposição da ação conjunta e a importância desse ajuntamento de forças para o bem da UEM e da comunidade maringaense. O cronograma da ação aponta para a seleção dos formandos no mês de MAIO/2010 e o início das atividades em JUNHO/2010 com o encerramento em NOVEMBRO/2010 e entrega dos certificados de conclusão em DEZEMBRO/2010. As atividades se desenvolverão por seis meses, sendo que os módulos deverão ser um por mês, dividido em três encontros semanais de duas horas de sessenta minutos cada, podendo haver rodízios caso haja divisão dos formandos (terceiro círculo da mandala) em subgrupos para melhor fixação do conteúdo.

Maringá-PR., 12 de abril de 2010.

Marino Elígio Gonçalves
Professor MSC de Direito/DPP/UEM
Coordenador do Projeto Os Direitos de Cidadania e o Meio Ambiente/DDP/UEM

quinta-feira, 25 de março de 2010

ENCAMINHAMENTOS DA REUNIÃO DOS PROJETOS (PRÓ-AÇÃO AMBIENTAL)

Caríssimos...
Nesta quarta-feria passada (24) tivemos reunião do coletivo dos Projetos vinculos ao Programa PRÓ-AÇÃO (AMBIENTAL) da UEM. Todos estavam representados e a reunião foi muito proveitosa.
Foi reafirmado o compromisso com a diretriz da TRANSVERSALIDADE. Tb foi confirmada a constituição de grupo (s) de aprendizagem (ns) de servidores (inclusive docentes), de acadêmicos e de membros da comunidade externa, que deverão ser incentivados através de edital a ser futuramente publicado. Não se definiu ainda o números de componentes. Há uma proposta para que fique entre 50/60 membros.
Os módulos serão ainda definidos pelos Projetos, com exceção do Projeto Cidadania e o Meio Ambiente que se responsabilizou por dois módulos: Cidadania e Tutela Jurídica do Meio Ambiente. Nesse aspecto importante destacar que os acadêmicos do Projeto já estão mobilizados na preparação do cardápio e formas para o repasse dos conteúdos.
Os demais Projetos irão apresentar suas propostas na próxima reunião, já designada para o dia 9/04 (sexta-feira), possivelmente na sala 13, do bloco C, ao lado do Ney Marques, a partir das 14h.
Nessa reunião, cada Projeto terá 15 minutos para apresentar, de modo resumido, o conteúdo dos seus respectivos módulos. Fiquem atentos e qualquer novidade volto a comunicá-los.
Abs.
Prof. Marino.

terça-feira, 23 de março de 2010

Licenciamento ambiental para construção da Usina Hidrelétrica do Baixo Iguaçu é anulado

A Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público Federal em Francisco Beltrão com objetivo de impedir a construção da Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu foi considerada procedente pela Justiça Federal. Em 19 de fevereiro foi proferida a sentença que anulou o licenciamento ambiental concedido pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) à Engevix Engenharia.


De acordo com a Justiça Federal, a competência para o licenciamento ambiental é do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), e não do Instituto Ambiental do Paraná (IAP, já que o aproveitamento hidrelétrico está em área de influência do Parque Nacional do Iguaçu. O leilão A-5, realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), também foi anulado. Além disso, ficou proibido o início de qualquer obra que tenha por finalidade a construção de usina hidrelétrica na área de influência do Parque Nacional do Iguaçu.


ACP nº 2008.70.07.001198-0.

Reunião de todos os Projetos do Programa Pró-Ação

Caríssimos...

Como continuidade de nossa última reunião em que esteve presente a Catarina, representante do Projeto Cidadania e Ação Social, ficou ajustado para essa 4a. feira, a paritr das 11h, no Bloco 9, próximo do ginásio de esportes, o primeiro encontro de 2010 para definir e demandar tarefas com vistas às ações de 2010.

Esse encontro será de vital importância e envolve os demais projetos vinculados ao PRÓ-AÇÃO. As atividades em 2010 pretende-se sejam realizadas por todos os projetos numa inédita ação TRANSVERSAL, o que potencializa e destacada a importância da Educação Ambiental na UEM.

Manterei vocês informados, todavia, quem tiver disponibilidade pode comparecer ao encontro.

abs.

Prof. Marino

domingo, 21 de março de 2010

Olá a todos,

Acabo de assistir um excelente documentário, imagino que será interessante para vocês também. Chama-se “The corporation” (abaixo estão os links), ele parte do pressuposto que as grandes corporações são as instituições chave de nossa época, como já foram a família, a igreja, a monarquia e etc., e busca analisar a forma como elas se relacionam com o meio ambiente (sua acepção mais abrangente, natural, do trabalho, econômico e cultural).

O que realmente me chamou atenção nesse filme foi a forma como ele tratou a questão ambiental. Até agora, a maior parte das críticas que vi (principalmente as reportagens na televisão aberta) se restringiram a uma abordagem que esgota a questão ambiental em si mesma; ou seja, apenas expõe os problemas que a humanidade enfrenta: aquecimento global, extinção das espécies, poluição, fome, alienação, desigualdade social e etc.,sem levar em conta o contexto que os produz.

Não é o que acontece aqui. A crítica do filme não se contenta em expor os atuais problemas que nos são postos, ela se aprofunda nos processos sociais objetivos que os originaram e os sustentam.

Afinal, qual é o ponto em questionar apenas os efeitos e não as causas?

Abs.

Lucas Nascimento.

Parte 1: http://video.google.com/videoplay?docid=-7123616269200477373&ei=qE2mS63KIJ6oqAKn843YDw&q=the+corporation+parte+2&hl=pt-BR&view=3#docid=1536249927801582119

Parte 2: http://video.google.com/videoplay?docid=-7123616269200477373&ei=qE2mS63KIJ6oqAKn843YDw&q=the+corporation+parte+2&hl=pt-BR&view=3#



segunda-feira, 15 de março de 2010

Confraternização

Bom, creio que já está quase na hora de retomarmos os trabalhos. Antes disso, estou postando as fotos da nossa confraternização do final do ano passado, só pra não ficar no esquecimento.


Abraço a todos, e bom trabalho neste novo ano letivo!

Weslley F. S. Nogueira